LEONARDO VITORINO FAZ BALANÇO POSITIVO DO INÍCIO DO TRABALHO NO CAMBOJA

Exibindo Leonardo_Vitorino_07.jpg

O técnico Leonardo Vitorino vem conseguindo implantar a sua metodologia no selecionado do Camboja e, mesmo com pouco tempo de trabalho, os resultados já estão começando a aparecer. Contratado no dia 02 de março (quinta-feira), o brasileiro está cuidando de muitos aspectos do futebol cambojano, além de dirigir as seleções principal e olímpica.

Dentro de campo, Vitorino conseguiu um resultado histórico, em 13 de junho (terça-feira), ao conduzir o selecionado principal a uma vitória inédita sobre o Afeganistão, por 1 a 0, pela segunda rodada da fase de classificação a Copa Asiática, no lotado Olympic Stadium, na capital Phnom Penh, com o gol solitário sendo marcado por Prak Moni, aos 15 minutos da etapa complementar.

“Tudo tem corrido de acordo com o planejado e este resultado demonstra que os amistosos que jogamos renderam àquilo que foi planejado na preparação da equipe para este duelo oficial. Além disso, os trabalhos, dentro e fora de campo, também surtiram o efeito esperado”, comenta Vitorino, lembrando que há vários anos o Camboja não obtinha um resultado positivo contra uma seleção internacional, especialmente as melhores colocadas no ranking da Federação Internacional de Futebol (FIFA).

Com este feito, o selecionado do Camboja subiu para o segundo lugar do Grupo C, somando três pontos, em dois jogos (01 vitória e 01 derrota). O próximo compromisso será contra o Vietnã, no dia 05 de setembro (terça-feira), novamente no Olympic Stadium, pela terceira rodada da fase de classificação a Copa Asiática.

Outro trabalho que já vem sendo executado por Leonardo no país é o projeto para aumentar o número de jogadores em todo o Camboja, com a implantação do ‘School of Football Talent’, que visa à criação de escolas de futebol em todas as regiões do Camboja, buscando o desenvolvimento da modalidade e também o aumento no número de praticantes (atletas), além de treinadores. A primeira escola foi inaugurada na cidade de Svay Rieng.

“Assim que cheguei ao Camboja, apresentei um projeto a Federação de Futebol local, não só englobando o selecionado principal, mas focando também o desenvolvimento do futebol em todo o país, visando aumentar o número de jogadores e de técnicos. Desta forma, além de alguns clubes iniciarem o trabalho de formação, com a nossa supervisão, a Federação também vai fazer isso, ou seja, abrindo escolinhas em várias regiões”, comenta Vitorino.

“A nossa meta maior é, em 2023, ter uma equipe competitiva e em condições de jogar o Asian Games, por isso, precisamos formar novos jogadores e ter uma base sólida, com atletas revelados no país para obtermos bons resultados no futuro. Estamos cientes que o início será difícil, em especial no que diz respeito aos resultados, mas sabemos que o retorno maior virá em longo prazo e, para que isso ocorra da forma como planejamos, estamos iniciando com as escolinhas em todos os estados do Camboja”, acrescenta Leonardo.

Antes disso, no dia 11 de abril (terça-feira), Leonardo promoveu o ‘1º Encontro Nacional de Treinadores’, na sede da Federação de Futebol do Camboja, em Phnom Penh. O workshop contou com as presenças dos técnicos que comandam equipes da primeira divisão da liga local.

“A reunião foi importante, já que todos os presentes puderam dar a sua opinião na questão da melhoria da parte técnica do selecionado, com o que pode ser melhorado na Liga, já que o nosso superintendente de futebol esteve presente. Essas melhorias podem ser aplicadas, pois recebemos boas sugestões que poderão fazer com que a Liga se desenvolva, ajudando no crescimento do jogador para que ele chegue mais preparado à seleção”, explica Vitorino.

“Passei aos treinadores, o plano de ação da seleção, ou seja, como estamos trabalhando, explicando que iremos fazer algumas modificações nas apresentações. Entre outras coisas, vamos criar o selecionado fixo, que treinará direto, duas ou três vezes na semana; depois disso, o atleta retorna ao seu clube”, complementa o brasileiro.

CARREIRA
Ao longo de sua carreira, Vitorino viveu experiências importantes em diversos países, comandando algumas seleções: Australiana Sub-17, Norte-americana Sub-15 e a principal de Trinidad e Tobago. Além disso, trabalhou na base do Botafogo-RJ, no time principal do Santos (Angola) e em equipes do Paraná e do Rio de Janeiro. Foi técnico e coordenador da base, além de assistente técnico do principal no Al Gharafa (Qatar); coordenador da base do Al Jaish (Qatar); diretor técnico do Buriram United (Tailândia); e técnico do Lanexang United (Laos), conquistando o título da liga local, chegando ao vice-campeonato da Toyota Mekong Cup Championship – 2017 e conseguindo uma sequência história de resultados positivos, que rendeu um cumprimento formal da Federação Internacional de Futebol (FIFA).
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário