Morte do ex-UFC Josh Samman está diretamente ligada ao excesso de drogas, aponta especialista

Views:

Mesmo ainda sem ter examinado o corpo do lutador Josh Samman, que morreu no último dia 5, o Dr. Craig Mallak revelou, ao "TMZ", que a provável causa da morte tenha sido, de fato, overdose. Antes mesmo da declaração do examinador chefe do Condado de Broward, na Flórida, a imprensa local já levantava a chance.

A ideia de overdose ganhou força quando ao lado de Samman, que estava inconsciente, no dia 29 de setembro, foi encontrado o corpo de seu amigo, Troy Kirkingburg, no Hollywood Beach Gardens. Na última terça-feira (18), a polícia local teve acesso ao laudo do corpo de Kirkingburg e foram encontradas substâncias como heroína, cocaína, Xanax (frontal) e álcool, desta maneira, a morte foi classificada como overdose.

Josh Samman chegou a ficar uma semana internado, mas não resistiu. Em sua trajetória como profissional, registrou 12 vitórias e apenas quatro derrotas. Aos 28 anos, o americano era solteiro e não tinha filhos.

Lutando profissionalmente no MMA desde 2007, Josh Samman tornou-se conhecido no esporte ao participar da edição 17 do reality show The Ultimate Fighter. Após ganhar uma vaga para entrar no Ultimate, o lutador estreou de forma oficial na organização em 2013, e desde então contabilizou três vitórias e duas derrotas, sendo a última para Tim Boetsch, em julho deste ano. Fora dos cages, o lutador passou por momentos difíceis, como a morte de sua namorada após um acidente de carro, em 2013. Logo depois, Josh lançou um livro de memórias intitulado "The Housekeeper: Love, Death and Prize Fighting" ("O Dono de Casa: Amor, Morte & Luta por Dinheiro"), que documentou sua luta contra as drogas, bem como a morte de sua namorada na época.

Tatame
Share on Google Plus

About Redação Portal

This is a short description in the author block about the author. You edit it by entering text in the "Biographical Info" field in the user admin panel.

0 comentários:

Postar um comentário